Software de rastreabilidade de explosivos

De forma a dar cumprimento ao Decreto-Lei n.º 265/2009 de 29 de Setembro, no que diz respeito à identificação e rastreabilidade de explosivos e dos responsáveis pelo seu manuseamento, a Altronix preparou para a sua empresa um Kit específico, que inclui software e hardware desenhados para trabalharem em uníssono. O objetivo é monitorizar com precisão e em qualquer altura, toda a informação relativa aos explosivos, garantindo rastreabilidade em toda a cadeia de fornecimento e o acesso fácil à informação pelas autoridades competentes.

Desde abril que a utilização de um software de rastreabilidade de explosivos é obrigatória, assumindo-se como a única forma de criar sistemas harmonizados e fiáveis de identificação automática numa área onde a segurança é imperativa. A solução XStock de rastreabilidade de explosivos já está operacional em várias pedreiras que utilizam explosivos nas suas obras.

Solução de rastreabilidade de explosivos provada funcional no terreno, composta por:

  • Terminal portátil robusto e fiável para recolha de dados e picking móvel;
  • Conversor de dados XML/CSV;
  • Licença de software XStock com a customização Explosives Tracking;

Arquitetura e funcionamento do XStock para Rastreabilidade de Explosivos

Processo de registo de manuseamento do material explosivo:

  • Conversão do XML do fornecedor para CSV

    O conversor XML/CSV irá converter o formato XML do ficheiro enviado pelo seu fornecedor de material explosivo (contendo a relação dos códigos do material que será entregue na vossa empresa), no formato comum CSV, lido pelo software XStock.

  • Importação da base de dados para o terminal móvel

    Uma vez convertido no formato CSV, o ficheiro do fornecedor será corretamente carregado para o terminal.

  • Picking e validação com cross-checking automático

    Descarregado o material explosivo, o terminal portátil faz o picking dos códigos de barras de identificação. Em paralelo, o software XStock compara os dados registados com a informação do ficheiro do fornecedor, no sentido de detetar eventuais irregularidades.

  • Exportação para o local de armazenamento

    Recolhida a informação sobre o material explosivo recebido, e associado o nome do responsável pelo seu manuseamento, os registos serão exportados através de uma das opções seguintes, onde a informação permanecerá armazenada pelos 10 anos previstos*:

    Por email: O envio é efetuado para um endereço de correio eletrónico previamente definido para o arquivo desta informação (com possibilidade de redirecionamento para outros emails para tratamento interno da informação). Esta forma de envio será um dos garantes de inviolabilidade da informação, dado que não é possível a alteração da informação contida no email recebido e, ainda que este seja apagado acidentalmente, haverá sempre a possibilidade de cruzamento com outros endereços de email, para os quais esteja a ser feito o redirecionamento.


    Por servidor FTP seguro: O envio será efetuado para uma pasta na cloud, de acesso restrito apenas a quem tenha privilégios de acesso por via de autenticação, e onde será armazenado pelo tempo que legalmente seja necessário. Poderá ainda ser reforçada a integridade do armazenamento desta informação no servidor, definindo-se que a receção de cada novo ficheiro despolete o envio automático desse ficheiro para uma série de destinos de correio eletrónico previamente definidos. Poder-se-á ainda configurar backups periódicos da informação aí armazenada.

    *Estas opções pressupõem a existência de acesso à internet na área onde o terminal irá enviar essa informação.